Realejo Produções Artísticas

Nelson Sargento

Samba

Nome obrigatório no samba, Nelson Sargento completa 90 anos de idade em 25 de julho de 2014.

Compositor, cantor, pintor e escritor carioca, aos 8 anos morava no Morro do Salgueiro, onde desfilava na Escola de Samba Azul e Branco. Aos 12, foi adotado por Alfredo Lourenço “Português”, pintor de paredes nascido em Portugal e que chegara em um navio, fixando-se no Morro da Mangueira.

O padrasto levava o pequeno Nelson para os ensaios da Escola Unidos da Mangueira, já extinta. Posteriormente, aprendeu a tocar violão com Aluísio Dias, Cartola, Nelson Cavaquinho e passou a musicar os versos feitos pelo pai adotivo. Seguindo os passos do padrasto, tornou-se pintor de paredes até que em 1947, Carlos Cachaça o levou para integrar a ala de compositores da Mangueira.

Foi sargento do Exército de 1945 a 1949, daí o apelido que tomou como nome artístico após ter participado do musical "Rosa de Ouro". Desde 1982, passou a conciliar a carreira de músico com a de artista plástico e escritor.

Show NELSON SARGENTO – 90 ANOS


Neste show, Nelson Sargento, comemora seus 90 anos de idade cantando e contando sua trajetória musical de forma muito descontraída, acompanhado pelo grupo Os Etanóis (Ribeirão Preto /SP). Liderado pelo historiador Sandro Cunha dos Santos (percussão, voz, direção musical e idealização do show), o grupo é integrado por Robson Luiz Rey (violão e voz), Francisco José Musse (escaleta e percussão), Alexandre Peres (cavaquinho), Ricardo Perez (pandeiro), Lamartine Tavares (flauta) e João Roberto (violão 7 cordas).

ArtistasTopo da página